Marcos Pereira: participação dos empresários é essencial na recuperação da economia

Ministro participou de encontro com representantes da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB)

Brasília (30 de junho) – O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, participou nesta quinta-feira, no Palácio do Planalto, de encontro com representantes da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB). Em seu discurso, o ministro disse que a participação dos empresários brasileiros na recuperação da economia é essencial.

“Em pouco mais de 40 dias deste novo governo já é possível sentir a confiança brotar no setor produtivo e na sociedade, em cada canto deste país. Os desafios são grandes, como todos sabem, mas estamos trabalhando com muito empenho para, num curto espaço de tempo, fazer o que não foi feito nos últimos anos. Neste aspecto, a participação dos empresários brasileiros na recuperação da nossa economia é essencial. O governo não fará nada sozinho”, afirmou.

Marcos Pereira reiterou ao presidente em exercício Michel Temer e aos empresários presentes que o MDIC é a casa do setor produtivo brasileiro. Ele afirmou ainda que está unido no propósito de fazer com que o Brasil saia rapidamente da crise econômica e volte a crescer, gerando empregos. “Para que isso aconteça, estamos focados na melhora do ambiente de negócios no país”, disse.

Durante o discurso, o ministro reafirmou aos empresários o compromisso de trabalhar para atender os pleitos do setor produtivo. “Com os grupos de trabalho que estão sendo criados entre o MDIC e o ministério do Trabalho, entre o MDIC e a Secretaria da Previdência, certamente daremos celeridade nas mudanças mais prementes para modernizar o Estado brasileiro”.

“Quero reforçar os quatro pontos que têm norteado minha gestão à frente do MDIC, e tenho certeza que esse também é o desejo do presidente Michel Temer: desburocratização; redução de custos; produtividade; e investimentos. Creio que este é o caminho do desenvolvimento”, completou.

Fonte: http://www.mdic.gov.br/component/content/article?id=1635

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *