Fenalaw promove palestras sobre temas atuais e permite networking entre escritórios e departamentos jurídicos

Começou ontem, em SP, a maior feira jurídica da América Latina. A 13ª edição da Fenalaw, que segue até quinta-feira, reúne palestras sobre temas atuais, sessões estruturadas de networking e exposição de mais de 50 empresas, que apresentam as melhores soluções, produtos e serviços para o dia-a-dia jurídico.

O primeiro dia de programação foi marcado por discussões de extrema relevância aos departamentos jurídicos e escritórios, como Compliance, Lei Anticorrupção, Novo Código de Processo Civil, Marco Civil da Internet e Privacidade de Dados.

Na plenária sobre o Novo CPC, Elias Marques de M. Neto, diretor jurídico da Cosan, Flávio Luiz Yarshell, sócio da Yarshell e Camargo Advogados, e Dirceu Jodas Gardel Filho, diretor jurídico do Boa Vista Serviços, fizeram um balanço sobre os seis meses que a lei está em vigor e apontaram os desafios que ainda estão por vir.

Nossa ideia foi avaliar o que tem sido aplicado e o que ainda não“, explica Flávio Luiz Yarshell. Para isso, ele abordou pontos relevantes da nova lei, como mecanismos para uniformização da jurisprudência, inovações em matéria probatória, audiência prévia de conciliação e mediação. “Há boa vontade em se aplicar o instituto, mas falta estrutura do judiciário.

O Ciclo de Palestras Gratuitas apresentou conteúdo focado em inovação no mercado jurídico, abordando temas como empreendedorismo, startups, tecnologia e mercado jurídico, redes sociais e tendências em marketing.

A ideia da apresentação foi ajudar os profissionais que optam por abrir seu próprio escritório logo no início da carreira, sem ter ideia de quanto tempo, trabalho e estudo este processo demanda. Formado em Direito e Administração de Empresas, o advogado Ventura Alonso Pires, sócio do escritório Pires & Gonçalves – Advogados Associados, falou sobre indicadores de desempenho, qual influência do novo CPC na gestão moderna de uma banca, administração em tempos de crise e equipe reduzida, preventivo, terceirizados e demonstração de resultados. “É fundamental que haja um planejamento de objetivos e a partir de daí o escritório capture informações e dados para analisar seu desempenho e, quando necessário, faça os ajustes na forma de trabalho para alcançar a assertividade perquirida.


Único escritório a expor na feira, o gerente de comunicação do Pires & Gonçalves – Advogados Associados, Wagner Reis, destaca a importância de participar de um evento com o gabarito da Fenalaw. “Além de estar em contato direto com membros dos departamentos jurídicos e fazer networking, a participação na feira também auxilia na capilarização da marca. Tudo aqui no stand foi projetado exatamente como no escritório. Quem nos conhecer aqui e nos visitar em Alphaville ou em SP vai perceber que está no mesmo ambiente profissional.

A feira reúne mais de 50 empresas, que apresentam as melhores soluções, produtos e serviços para escritórios de advocacia e departamentos jurídicos, como Thomson Reuters, TOTVS, Teltec, Amazon Web Services e Hórus. Ao longo de três dias, a expectativa é que o evento receba cerca de 2 mil visitantes.

Estamos oferecendo ao público ferramentas para que eles maximizem seus resultados. Unindo estas novidades ao excelente conteúdo apresentado e às diversas oportunidades de networking, a Fenalaw se consolida como um evento imperdível“, afirma Juliana Montez, consultora da IBC Brasil/Informa Group, organizadora do encontro.

Fonte: migalhas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *