Juiz do Trabalho é assassinado em Porto Alegre/RS

Foi assassinado na manhã do último sábado o juiz do Trabalho Cláudio Roberto Ost, na zona sul de Porto Alegre/RS. O magistrado tinha 50 anos e foi alvejado com cinco tiros quando saía da casa da namorada, uma jovem de 25. O juiz morreu no local, na frente do filho de 9 anos de idade.

Conforme o delegado Daniel Mendelski, Ost havia chegado de viagem com a namorada e seu filho quando encontraram o ex-namorado dentro da casa da mulher, no bairro Jardim Vila Nova. Depois de uma discussão, o menor foi embora. Mais tarde, porém, ao deixar o local, o juiz foi surpreendido quando entrava em seu carro. Ost era viúvo, deixa um filho de 9 e outro de 28 anos.

Crime passional

O suspeito do crime é um adolescente de 17 anos, ex-namorado da companheira de Ost. Ele se apresentou na noite de sábado na Delegacia de Polícia para Crianças e Adolescentes (Deca) e teria confessado a autoria dos disparos afirmando que o motivo foi ciúme.

A delegada Sonia Patel, que estava no plantão do Deca, fez o pedido de internação do adolescente na Fundação de Atendimento Socieducativo (Fase) em Porto Alegre. O jovem tinha antecedentes por outros atos infracionais, como posse de drogas e por dirigir sem habilitação e teria dito que já foi internado na Fase em outro momento.

Desta vez, ele responderá por homicídio qualificado por meio que dificultou a defesa da vítima. O delegado acrescenta que o adolescente vinha sendo procurado pelas polícias desde a manhã de sábado, após o crime.

Luto

Cláudio Roberto Ost era titular da 1ª vara do Trabalho de Santa Rosa/RS. Ingressou na JT do RS em 1990, como servidor, tomou posse em 94 como juiz do Trabalho substituto, e foi promovido a juiz titular em 2002.

A presidente do TRT da 4ª região, desembargadora Beatriz Renck, decretou luto oficial de três dias na Instituição, contados a partir de domingo.

Fonte:http://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI257426,11049-Juiz+do+Trabalho+e+assassinado+em+Porto+AlegreRS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *